Guardiões da Galáxia Vol 2 – a resenha!!

Guardiões-02

Nossa resenha traz (pequenos) spoilers…
Se ainda não assistiu ao filme e odeia estragar a surpresa, volte depois! ;)

Depois de arrancar uma surpreendente paixão dos fãs da Marvel nos cinemas, os Guardiões da Galáxia estão de volta em grande estilo!

A nova aventura de Star Lord e companhia é o “Se Beber não case 2″ da Marvel, repetindo e ampliando à máxima potência uma fórmula inusitada que se mostrou certeira. Baby Groot (Vin Diesel) é um fan service ambulante, arrancando risos em cada aparição, e Rocket (Bradley Cooper) se mostra igualmente hilário e letal, em ótimas cenas de interação com os demais membros da equipe e de combates que exigem não apenas agilidade mas também muita astúcia. Drax (Dave Bautista) e Gamora (Zoe Saldana) são os tanques da equipe (imagine como será a participação de ambos em Guerra Infinita!!!) e Star Lord (Chris Pratt) é um tipo raro de líder que usa o carisma para manter todos a seu redor, ainda que raramente tenha uma estratégia.

Se a “equipe clássica” está bem, ainda temos Nebula (Karen Gillan), Mantis (Pom Klementieff) e Yondu (Michael Rooker) como reforços de peso não apenas para a aventura mas também para o ainda distante volume 3.

Kurt Russell faz uma versão interessante de Ego e se une em grande estilo à galeria de vilões do universo cinematográfico da Marvel. Por outro lado, Sylvester Stallone não diz muito a que veio neste filme e faz de seu Stakar Ogord apenas uma ponta de luxo… esperamos que ele brilhe no próximo filme!

Se os atores e a equipe de direção estão bem neste volume 2, não podemos deixar de destacar também o grande trabalho da equipe de efeitos digitais. É ótimo ir ao cinema e VER o filme, sem que os efeitos sejam camuflados em takes rápidos e baixa iluminação (estou falando de você, BatmanXSuperman!).

A trilha, como sempre, é demais!

Cores e texturas, mas (quase) nada de Guerra Infinita

Guardiões da Galáxia repete a fórmula já vista em Doutor Estranho e no trailer de Thor: Ragnarok, abraçando as cores brilhantes e dando grande ênfase às texturas de tantos seres e planetas. Temos visto uma influência crescente do trabalho do mestre Jack Kirby nas obras da Marvel e este é mais um passo interessante em direção aos primórdios da editora.

Guardiões da Galáxia Volume 2 não faz menção à Guerra Infinita ou ao Ragnarok que ameaça os Asgardianos, mas os mais atentos notarão o surgimento do personagem que todos querem nesta batalha!!

Para os fãs mais antigos das HQs, fica ainda a alegria de notar semelhanças entre os Guardiões da Galáxia e a clássica fase de Keith Giffen, J.M. DeMatteis e KevinMaguire na Liga da Justiça.

 

Compartilhe!
Claudio Murena

Author: Claudio Murena

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>