Por que o Capitão Marvel se tornou Shazam?

Shazam

Em fevereiro de 1973, aconteceu a mudança oficial do nome do Capitão Marvel para Shazam.

Criado em 1939 por Bill Parker (roteiro) e C. C. Beck (desenhos), o Capitão Marvel é um dos super-heróis mais clássicos de todos os tempos e foi o único a alcançar a façanha de ser mais popular que o Superman, no período que ficou conhecido como a Era de Ouro dos quadrinhos.  

Nos anos 1940, o personagem atingiu cifras impressionantes: a revista Captain Marvel Adventures se tornou quinzenal e vendia mais de um milhão de exemplares por edição. 

Isso acabou se tornando o seu maior problema, já que em 1941 a DC processou sua editora, a Fawcett, com a alegação de que o herói seria um plágio do Superman. 

O processo se arrastou por anos, até a Fawcett jogar a toalha e fechar sua divisão de quadrinhos em 1953. Parker e Beck foram demitidos e ironicamente passaram a trabalhar na DC, em histórias do Superman. 

Já o Capitão Marvel permaneceu no limbo por anos, até a própria DC comprar seus direitos de publicação em 1972. Só que havia um grande problema: nessa época a Marvel Comics já existia e não só havia se tornado a grande rival da DC, como tinha criado em 1967 um personagem com o nome Capitão Marvel. 

Nesse ponto a história é um pouco mais complicada. Nos anos em que o Capitão Marvel deixou de ser publicado, a Marvel Comics adquiriu a marca Capitão Marvel. Mas essa marca só é relativa ao nome e não ao personagem. É lógico que a Marvel conhecia o Capitão Marvel original e adquiriu o nome para que ninguém mais pudesse usar essa marca.

Para fugir de um processo, em 1973 a DC lançou uma nova revista do personagem com o nome Shazam. A edição ainda contou com o subtítulo “o Capitão Marvel original”, mas depois de uma ameaça de processo da Marvel Comics, o subtítulo mudou para “o mortal mais poderoso do mundo”. 

Desde então, o personagem e seus produtos licenciados recebem o nome de Shazam para fugir de problemas relativos a direitos autorais. No Brasil nunca tivemos grande problemas em relação a isso e durante anos convivemos com o Capitão Marvel da DC e o Capitão Marvel da Marvel. Mesmo na série animada da Filmation ou no seriado live-action, ninguém na equipe de dublagem se preocupou em deixar de usar o nome Capitão Marvel.

Nos últimos anos, tantos os quadrinhos publicados no Brasil quanto as animações da Warner passaram a usar o mesmo padrão dos Estados Unidos sobre como chamar o herói. Mas para muita gente, ele nunca vai deixar de ser o Capitão Marvel.

Compartilhe!

Author: André Morelli

Vida louca e próspera. morelli@popground.com.br

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. Resenha – Shazam! | Popground - […] Dirigido por David F. Sandberg (Annabelle 2: A Criação do Mal), Shazam adapta o herói que um dia já …

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>