Resenha: Operação Overlord

Às vésperas do Dia D uma tropa de soldados paraquedistas tem a missão de se infiltrar nas linhas inimigas para destruir um local estratégico de comunicação, mas ao chegarem percebem que ali é mais do que uma base nazista.

Operação Overlord tem produção de J.J. Abrams e direção de Julius Avery e diverte misturando gêneros como ficção científica, Terror, suspense, ação e guerra, numa trama que foge um do convencional ou de qualquer fidelidade histórica, mas entregando algo convincente dentro da proposta.

Overlord-1

Esquadrão de paraquedistas americanos e Chloe, francesa que odeia nazistas.

Começando como um filme de guerra, traz a tensão enorme de soldados que estão prestes a entrar em combate, com uma atmosfera semelhante ao que foi mostrado em O Resgate do Soldado Ryan, vemos o esquadrão de paraquedistas interpretados por Jovan Adepo (Um Limite entre Nós), Wyatt Russell (Anjos da Lei 2), Iain De Caestecker (Agentes da S.H.I.E.L.D.) e John Magaro (A Grande Aposta) em meio ao território nazista prestes a executar uma missão quase suicida e contando com a ajuda de Chloe, francesa interpretada por Mathilde Ollivier começam a descobrir uma série de estranhos acontecimentos envolvendo experimentos com humanos.

Overlord-2

Boyce (Jovan Adepo) prestes a descobri algo assustador.

 

O filme acerta no ritmo, passando de um genero de guerra com uma tensão que o tema pede, um suspense que vai crescendo a medida que os personagens vão descobrindo sobre os estranhos acontecimentos e o terror ao se deparar com o resultado de experiencias nazistas, com direito a violência e gore, tudo na dose exata para não comprometer a narrativa, nem tão pouco o desenvolvimento dos personagens, que por sua vez tem suas subtramas apresentadas de forma gradual, fazendo com que o público simpatiza (ou odeie) cada um conforme vão ganhando espaço na narrativa, com destaque para o protagonista, que transmite todo o medo e tensão das situações das quais vai enfrentando ao mesmo tempo que questiona sua real função em meio a guerra e sua missão.

Fato curioso: Quase esse filme fez parte do universo de Cloverfield, mas a ideia foi descartada durante a produção, se tornando um longa independente.

 

https://www.youtube.com/watch?v=riONqDK-A7o

 

Compartilhe!
Henrique Oliveira

Author: Henrique Oliveira

Nerd e sonhador que ama games e quadrinhos (e doces). Mais em @preto_geek

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>