Cosplay x Fantasia Entenda a diferença

Cosplay x Fantasia: Entenda a diferença

Você passa horas nas lojas em busca dos materiais adequados, faz diversas provas na costureira e espera meses até aquele acessório importado chegar, tudo para sua caracterização ficar idêntica a de seu personagem favorito. E então um (des)conhecido chama seu cosplay de fantasia. É para tirar do sério, não é mesmo?

Existe uma linha tênue entre o Cosplay e a Fantasia, e caso você não seja um cosplayer, mas uma destas pessoas que chama cosplay de fantasia, este post é para você.  

O que é Cosplay?

Abreviação de “Costume Roleplay” (“Fantasia” e “Interpretação”, respectivamente), o Cosplay é a arte de representar um personagem por meio de vestimentas, maquiagem, acessórios e, sobretudo, interpretação.

O hobby atende a todos os segmentos, desde personagens de animes a personagens de filmes de ficção científica. Bastante popular entre o público otaku, o cosplay se espalhou por toda a cultura nerd e hoje é comum nos depararmos com cosplayers (denominação para as pessoas que fazem cosplay) em diversos eventos e festivais do gênero, por todo o mundo.

Aqui no Brasil, os eventos mais populares que atraem os cosplayers são o Anime Friends (AF), a Comic Con Experience (CCXP) e a Brasil Game Show (BGS).

Ao vestir um cosplay, quanto mais parecido com o personagem, melhor será sua representação. Contudo, não basta se caracterizar. Mais do que vestir a roupa, é necessário vestir o personagem, interpretá-lo. Trata-se de uma arte que requer criatividade.  

E para aqueles que veem o cosplay como algo além de um hobby, também é possível lucrar com ele. A maioria dos eventos voltados ao público nerd e geek realiza concursos cosplay com premiações. Muitos cosplayers também conseguem trabalho em estandes de lojas de games, brinquedos e livrarias em eventos, para atrair o público.

Mulher Maravilha, Coringa, Vampira

Mulher-Maravilha (Alyson Tabbitha), Coringa (Anthony Misiano) e Vampira (Ryoko).

Para todas as idades

O cosplay não tem limite de idade. O hobby é voltado para todas as idades, cores e biótipos. Quer se caracterizar como Mulher-Maravilha, mas está acima do peso? Não tem problema! Você pode (e deve) fazer!

O principal objetivo do cosplay é divertir e aproximar pessoas com uma paixão em comum: Transformar o fictício em realidade.

Os cosplays da brasileira Solange Nascimento Amorim, a Tia Sol.

Os cosplays da brasileira Solange Nascimento Amorim, a Tia Sol.

A confecção do cosplay

Enquanto as fantasias são facilmente encontradas nas mais variadas lojas de artigos de festas e varejos, os cosplays geralmente são encomendados pelos cosmakers, profissionais que confeccionam a vestimenta sob medida, de acordo com o porte físico e exigências do cosplayer. Além das roupas, o cosmaker também pode produzir os sapatos (ou meias que imitam os sapatos do personagem) e demais acessórios.

Também é possível encontrar trajes cosplays de personagens mais populares como Arlequina, Princesas Disney e Batman em sites como o eBay e Aliexpress. Porém, os produtos comercializados pelos vendedores destas plataformas costumam ter uma qualidade inferior a das peças desenvolvidas por um cosmaker. Por terem um custo muito menor, elas são mais simples e não tão fiéis ao traje do personagem em questão. Além disso, corre-se o risco do cosplay vir em tamanho errado, já que boa parte dos produtos vem da China.

O que é Fantasia?

Já a fantasia é aquela que encontramos em lojas para artigos de festas. A customização é livre, sem compromisso com qualquer fidelidade. Com ela, o indivíduo apenas se caracteriza como um personagem, sem a necessidade de interpretá-lo.

A fantasia não faz alusão a nenhum personagem específico da cultura pop. Por exemplo, uma fantasia de pirata pode ser de qualquer pirata, não necessariamente de Jack Sparrow. Uma fantasia de marinheiro não é uma fantasia do Popeye. Em outras palavras, o traje fantasia em comparação ao traje cosplay é abrangente.

Não há nenhum compromisso em interpretar um personagem. A única coisa que ambos têm em comum é o objetivo: A diversão.  

Fantasias

Fantasias

 

Compartilhe!
Carolina May

Author: Carolina May

Se eu gosto de assustar as pessoas? Sim, eu gosto.

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>