A Entrevista: comédia da Sony gera crise internacional

A Entrevista 03

Como todo humorista, Seth Rogen gosta de brincar com temas polêmicos. Só que dessa vez a piada parece ter ido um pouco longe demais.

Desde que A Entrevista, seu novo filme com o fanfarrão James Franco foi anunciado, muita gente em Hollywood se mostrou preocupada. Na trama, Franco é o apresentador de um popular programa de televisão e Rogen é o seu produtor. Depois de conseguirem a permissão de viajar até a Coréia do Norte pra uma entrevista exclusiva com Kim Jong-um, a dupla é recrutada pela CIA para matar o ditador.

Enquanto a polêmica e a publicidade gratuita do filme cresciam, a Sony, estúdio responsável pela produção, sofreu um violento ataque hacker de um grupo intitulado Guardians of Peace, que deixou um aviso nos servidores da empresa: “Hacked by #GOP. Aviso: Nós já avisamos vocês, e isto é apenas o começo. Temos obtido todos os seus dados internos, incluindo segredos e grandes segredos.”

O estrago foi feio. No dia 28 de novembro, os hackers jogaram na rede cinco filmes da Sony para download: Fury, o novo filme de Brad Pitt, Annie, Still Alice, To Write Love On Her Arms e Mr. Turner. Desses filmes, quatro deles ainda nem haviam sido lançados no cinema do dia do vazamento. Segundo especialistas no mercado, estamos falando de um prejuízo de mais de 100 milhões de dólares.

Os hackers também jogaram na rede um quantidade gigantesca de documentos internos da Sony. Entre o material peneirado pelos jornalistas estão 47 mil números de previdência social, cartões de crédito e dados de passaportes. E o mais embaraçoso para os executivos da Sony, emails particulares que mostram as negociações frustradas do Homem-Aranha fazer parte do elenco de Capitão América 3: Guerra Civil, além de xingamentos à atriz Angelina Jolie e piadinhas racistas com o presidente norte-americano Barack Obama.

Com estreia marcada nos Estados Unidos para 25 de dezembro, A Entrevista foi oficialmente cancelado pela Sony, que por enquanto não pretende lançar o filme em outros países e nem para DVD ou download.

Numa análise rápida, perdemos todos com essa situação. Numa espécie de inauguração do terrorismo digital, Hollywood cedeu a chantagem e provavelmente vai evitar entrar em assuntos polêmicos a partir de agora, o que é uma pena.

Aqui no Popground, acreditamos que o humor deve ser livre, ainda mais se for para fazer piada com o opressor. Ou não teríamos clássicos do besteirol como Top Gang 2 – A Missão e sua hilária versão de Saddam Hussein.

Atualização: depois de receber uma série de críticas de artistas ligados a Hollywood, do público e até mesmo do presidente Obama, a Sony voltou atrás e liberou A Entrevista para download, além de dar sinal verde para a exibição do filme em cinemas independentes, evitando as grandes redes e desse jeito tentando atrair menos a atenção dos hackers. Só que mesmo com uma distribuição limitada, toda a discussão em torno da comédia transformou a produção em um inesperado sucesso. Se o vazamento de dados da Sony não tivesse sido tão feio, daria até pra dizer que tudo não passou de um golpe de markenting.

Compartilhe!

Author: André Morelli

Vida louca e próspera. morelli@popground.com.br

Share This Post On

Trackbacks/Pingbacks

  1. Rumor: Homem-Aranha nos filmes da Marvel? | Popground - […] estar sendo tratada pelos estúdios como um segredo de Estado. E a não ser que aconteça outro ataque hacker …

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>